segunda-feira, janeiro 18

(Resenha) #11 Morte na Mesopotâmia

Morte na Mesopotâmia
Agatha Christie
Suspense Policial
Editora Nova Fronteira

Oi pessoal !!

Hoje teremos, até que enfim, a resenha de um livro da Rainha do Crime aqui no blog, imagino que já estão cansados de saber que eu sou louca por essa mulher XD. O Desafio que me moveu a lê-lo para a Resenha foi Um Livro que se Passa em um País Diferente, e meu país foi o Iraque.

O livro é narrado em primeira pessoa pela enfermeira Amy Letheran que é requisitada pelo arqueólogo chefe de uma expedição no Iraque para fazer companhia a sua esposa Louise Leidner que está sofrendo dos nervos, também ficamos sabendo que o clima antes cordial e alegre na expedição está cada vez mais tenso, e todos creditam esse clima a mulher.

Então temos o inevitável Mrs. Leidner  morre, mas por que? Quem poderia querê-la morta? Pelo visto todos, mas quem lucraria com isso? A final quem mandava as cartas ameaçadoras para Mrs. Leidner, será que seu primeiro marido morto, ainda está vivo? Ou seria seu irmão menor o vingando? Mas como ele consegui a façanha, já que só há uma entrada no complexo e os funcionários que estavam nessa entrada dizem não ter visto ninguém? Seria ele um dos membros do grupo disfarçado? OMG são tantas perguntas, mas todas serão respondidas por Hercule Poitrot, meu detetive favoritos de todos os tempos.
- Eu brinco Mademoiselle, e acho graça. Certas coisas, porém não têm nada de engraçado. Já aprendi muitas coisas em minha profissão. E uma delas, a mais terrível, é esta: O crime é um hábito... - Hercule Poirot
A escrita da autora é viciante, uma descoberta a cada virada de página, te convida a participar da história, juntando pistas para nós mesmos decifrarmos o enigma antes dela, por meio do 'detetive', revelar o mistério. E, bem, ando meio enferrujada U.U mas fiz uma lista de quem não era e só sobrou três possíveis e ele estava entre, não fui tão mal né? :P

Os Personagens foram bem explorados, e acho isso uma grande habilidade da Agatha que em livros curtos consegue explorar bem seus personagens, e ainda dá tempo de mostrar o cenário e desenvolver uma trama de mistério. Mas duas personagens acabam ganhando mais destaque que é a vítima, e nossa narradora, afinal a história é vista por seus olhos e suas impressões.

Visão aérea da cidade assíria de Nimrud, no Iraque As escavações no Iraque correm o risco enorme por causa do Estado Islâmico, o que é muito triste.
Como eu li esse livro pelo cenário, vou falar um pouco dele, foi um pouco decepcionante esperava algo mais com Morte no Nilo, quem conhece a autora sabe que seus cenários são tão vívidos que nos sentimos lá tomando uma xícara de chá. A casa onde tudo acontece é muito bem explorada, mas a cidade e a escavação é um pouco deixado de lado, especialmente porque nossa narradora acha tudo isso muito feio e sujo. A cidade mostrada no livro é fictícia, ela representa a cidade oriental, com panoramas lindos de minaretes ao sol poente, a escavação também é arquétipo das aventuras inglesas no oriente. Foi um pouco decepcionante o pouco que vemos, mas o pouco que foi mostrado nos faz ver com nitidez esses locais.

A leitura foi inicialmente amarrada para mim, credito a isso ao fato de não gostar muito de uma narração em primeira pessoa, infelizmente foi a forma que a autora decidiu contar essa história, diferente da suas outras obras que li, mas depois do crime e da chegada de Poirot a leitura engrena e é impossível parar de ler.

Eu daria 5 estrelas, mas realmente a narrativa me atrapalhou, eu amo ver Mr. Poirot em ação, mas fui obrigada a acompanhar a enfermeira Letheran, até simpatizei com ela lá para o final, mas ela tem aquela visão higienista que acha tudo sujo, sem graça atrapalhando um pouco a visão do cenário. 

Indico para todos que gostam de um bom mistério, de 'quebrar a cuca', e de acompanhar uma boa aventura descompromissada e gostosa.

                    



27 comentários:

  1. Oie, tudo bem?

    Sua resenha está muito bem feita, passando a premissa do livro perfeitamente, e nos deixando instigados. Eu não curto muito esse tipo de leitura, mas suas palavras me deixaram curiosa para conhecer o livro. Parabéns pela resenha!

    Beijos,
    Dai | www.cheirodelivronacional.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Daniele.
    Eu queria muito achar a escrita da autora viciante, mas me decepcionei em todas as tentativas.
    Apesar dessa resenha positiva e empolgante, o livro não chama minha atenção gosto do gênero, do mistério e da investigação mas não consigo gostar dos livros e da narrativa da Agatha.

    Beijos.
    Leituras da Paty

    ResponderExcluir
  3. Menina, quando eu li o nome do livro pensei: que nome de livro é esse??? Mas aí vi a autora e concluí: ela pode... rs Este livro eu ainda não li da Agatha e pretendo ler em breve porque suspense atrelado com entretenimento, é tudo de bom heim??? Vou ler em breve!!!
    Meu Amor Pelos Livros
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oiii!

    Aaah ela é uma rainha!!!
    Eu tenho esse me mais uns 6 livros dela, nessa versão maravilhosa!!
    Acho que a escrita dela é mega viciante, e como vc disse em morte no nilo eu me senti na obra, uma pena que nesse não foi dessa forma.
    Gente, Poirot é ótimo!!!!!! Eu adoro a forma como ele resolve tudo <3
    Espero ler em breve!

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  5. Oiee ^^
    Não sou fã de livros de suspense policial, mas cheguei a ler uma das obras da autora, "O natal de Poirot". Não curti muito, achei a escrita dela um pouco cansativa, então desisti de ler os outros livros. Fico feliz que você tenha gostado desse livro (mesmo que não totalmente, por conta da narração), mas como eu não gosto muito de mistério e suspense, vou deixar passar :/
    MilkMilks
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Oi, Daniele! Como vai?

    Agatha Christie é demais! \o/
    Gosto muito do gênero policial e já li diversos livros da escritora super TOP!
    Este eu ainda não li, mas preciso e, achei muito legal sua resenha! Parabéns! :)

    Estou seguindo o seu blog! Siga o nosso também! Ficarei super feliz! :)
    http://www.irmaoslivreiros.com/

    Beijos!
    Danny

    ResponderExcluir
  7. Olha eu acho que sou a única nesse mundo que ainda não leu nada da autora.
    Espero poder fazer a leitura, porque sei que tem livros dela muito bons.
    Eu gostei da sua resenha e me parece ser uma trama muito bem desenvolvida.
    Espero poder conhecer alguma coisa dela esse ano. Vamos ver =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2016/01/voce-sabe-o-que-e-amar-6.html

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Eu nunca li nada da autora, mas é bom saber que ela tem uma escrita viciante, trazendo uma descoberta a cada virada de página e ainda por cima, faz nos sentir participando da história.
    Parabéns pela resenha, ficou ótima...
    beijos
    www.conchegodasletras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oi, flor. Gostei muito da sua honestidade. Ainda não li nada da autora, o que é uma pena, mas pretendo ler e tenho três livros dela por aqui. Mesmo assim, me interessei por esse. Apesar de saber que o protagonista não é necessariamente o foco do enredo e sim a enfermeira, me senti envolvida pelo mistério que a obra apresenta. Só acho que também sentirei falta de mais descrições sobre o cenário.

    Beijos!
    http://www.myqueenside.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Amo muito essa autora!
    Mas sei bem como é a questão dos cenários e narrativa.As vezes sentimos falta de mais detalhes.
    Mesmo assim, a obra como um todo valeu muito a pena! E fico feliz que gostou. Confesso que também curto mais Poirot.
    Beijinhos
    Rizia - Livroterapias

    ResponderExcluir
  11. Oi Dani! Vou te confessar uma coisa: Não li sua resenha por completo! Sorry, mas o medo de spoilers me fez passar por cada linha do seu texto bem rapidinho, pois tenho esse livro aqui em casa e pretendo iniciar a leitura do mesmo muito em breve. E como eu sei que é difícil falar sobre uma obra da rainha do crime sem deixar spoilers eu corri da sua resenha kkkk

    ResponderExcluir
  12. Oi Dany,
    Esse é um dos livros da Agatha que eu ainda não li, também sou fã e viciada na escrita dela. Olha é bem comum ela optar por esse tipo de escrita em primeira pessoa, viu? Já li alguns livros dela que seguem essa linha e eles realmente diminuem o nosso poder de dedução, principalmente quando são narrados pelo Hanstings, porque ele é atrapalhado e atrapalha a gente e as vezes Poirot dá a pista errada a ele, só pra ele não fazer besteira. Quando o detetive é Poirot eu raramente descubro quem é o assassino, quando é Miss Marple eu acerto mais.
    Gostei bastante da sua resenha, acho bem interessante esse toque cultural da época que a gente recebe ao ler a Agatha, porque ela discretamente colocava várias críticas sociais nos seus livros, como a xenofobia que Poirot sofria, o machismo de tantos personagens, o empoderamento em algumas mulheres e nesse pelo que vi ela ousou explorar uma personagem com visão higienista, deve ser muito interessante. Já quero ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Nunca li nada da autora, e me sinto envergonhada de falar isso, ainda mais para uma fã. rsrs Eu adoro romance policial, então realmente não sei porque ainda não li nada dela.
    Gostei bastante de ler sua resenha sobre a obra, agora já sei que não devo começar por este livro da autora, rsrs. Uma pena não ter sido uma boa leitura, mas acontece né?
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
  14. Oie!
    Faz tempo que não leio um livro assim de mistério, onde não vou conseguir desvendar o final por nada. Para mim, esse é o tipo de livro que não posso parar, pois a ansiedade não permite. Pena que não gostou tanto da da narrativa em primeira pessoa, isso realmente atrapalha.
    Bjks!
    http://www.historias-semfim.com/

    ResponderExcluir
  15. Olá!
    Apenas pelo título, eu imaginaria que o cenário seria melhor trabalhado e acho que me decepcionaria com a leitura dele nesse quesito.
    Até hoje só li um livro da Agatha e achei o começo amarrado também.
    Já sei que quando pegar esse livro para ler, vou ir com calma com a expectativa!
    Beijos
    http://mileumdiasparaler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá!

    Eu não lembro de ler lido esse livro da rainha do crime, quando adolescente lia e relia os livros da autora! Ótima resenha!

    Bjs

    ResponderExcluir
  17. Oii
    Faz muito tempo que não leio nada da Agatha Christie,só li um livro dela..tenho muita vontade de ler mais obras dela,Ganhei de Natal um box com três livros e pretendo ler ainda esse ano..pois a pilha de leitura tá enorme!! Agora um livro dela que sou louca pra ler é O Caso dos Dez Negrinhos..apesar de que mudaram o titulo pra mim vai ser sempre esse,fiquei bem interessada em ler Morte na Mesopotâmia, uma porque tô aqui me coçando pra desvendar tudo desse mistério pq mataram essa bendita e também pela cena ambientada adoroo essa coisa de arqueologia e tal,apesar de vc mencionar que a leitura fica um pouco arrastada mesmo assim ainda vou querer ler :)

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/2016/01/lancamentos-janeiro-editora-seguinte.html

    ResponderExcluir
  18. OI,

    Eu tenho paixão pela Agatha e já li este livro. No entanto, sua resenha me fez ter vontade de relê-lo. Valeu pela dica.

    OI,

    Adorei sua resenha e a premissa da história. O livro parece ser bem movimentado. Colocado na lista de desejados.

    Beijos
    Jucimara Pauda
    jusemfrescura.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  19. Minha mãe tem a coleção completa da Agatha Christie acredita?! Ela é uma deusa na escrita e no suspense neh?! Eu ainda não li esse livro que resenhou, mas tenho certeza que vou gostar e muito. Eu amo suspense e acho que ninguém faz um suspense melhor que a Agatha Christie.
    Sua resenha ficou excelente.
    Brijoa flor
    Camila Bernardini Coelho

    ResponderExcluir
  20. Eu nunca li nada da Agatha acredita nisso? Eu não duvido nada de que ela seja boa e que seus suspenses sejam um dos melhores, mas eu nunca tive força de vontade o suficiente para ler. Esse livro, Morte na mesopotamia, já vi várias resenhas bem positivas sobre ela e isso sempre me fez olhar para esse livro em particular, como o pontapé inicial para começar a ler a Agatha. Eu espero muito conseguir cumprir meu objetivo esse ano. :D Sua resenha me deu um gostinho de ''preciso'', haha.

    ResponderExcluir
  21. Oii, tudo bem?
    Eu sou apaixonada em livros policias e de suspense, mas acredita que eu nunca li nada da Agatha? Eu fico até com vergonha de dizer rsrs, mas eu estou com dois livros dela aqui, então em breve vou poder conhecer a escrita dela. Eu particularmente gosto da narração em primeira pessoa, então acredito que iria gostar da narrativa desse livro.

    ResponderExcluir
  22. Oiii! Amo Agatha Christie e já li esse livro. Realmente, ela é excepcional nisso de criar suspenses e prender a atenção do leitor até o fim. Eu também não consegui adivinhar o autor do crime... Adoro ficar imersa nas histórias e ser surpreendida a cada vez :D Realmente, dessa vez a narração ficou bem diferente e um tantinho arrastada. Dos livros que eu li, esse não é o melhor. Ainda sim, é bem legal e vale a pena. Beijos!

    ResponderExcluir
  23. Oi Daniele, sua linda, tudo bem
    Ah!!!!! Minha diva literária, amo de paixão os livros dela, cresci lendo todos eles. Não é à toa que recebeu o apelido de Rainha do Crime, pois realmente o é, o talento dela era incrível. Eu já li essa história, mas faz tanto tempo, que não lembro o nome do assassino. Olha, eu nunca aceitei nenhum assassino, em nenhum dos livros dela. O problema, é que acabamos meio que desconfiando de todos, risos... aí não vale, kkkk Gostei muito da sua resenha.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  24. Oi Dani,
    Ah a rainha do mistério volta a atacar!
    Eu sou fã da Agatha e na adolescência li praticamente todos os livros dela mas nao me lembro de ter lido este.
    Talvez por ser mais fraco ou talvez por não ter lido mesmo, enfim. chato você ter se decepcionando, mas eu sempre digo mesmo quando ela e so boa ela ainda e melhor que muita gente.
    Bjs
    Luana Lima
    http://blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  25. Nunca li nada da Agatha acredita , mais tenho muita curiosidade ,afinal só leio criticas positivas em relação as obras dela, quando era mais nova apreciava muito livros policias e de suspense mais hoje o gênero não me cativa tanto.
    Mais eu gostei deste livro aparenta ser uma trama muito bem desenvolvida parabéns pela resenha

    ResponderExcluir
  26. Eu amo livros polícias, e acho um absurdo não conhecer os livros da Agatha!! Eu até tentei comprar um box na BF mas não deu certo! Mas os livros dela estão na lista!! Eu não tenho problemas com narrativa em primeira pessoa e pelo que li na sua resenha eu vou gostar do livro!
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  27. Oi, tudo bem?
    Eu nunca li nada da Agatha, mas tenho curiosidade, embora não seja um gênero que leio com frequência e acredito que por isso mesmo que ainda não li nada da autora kkkk Bom, essa história tem uma premissa interessante, assim como a maioria dos livros dela e nada melhor que um livro com uma escrita viciante, né? Enfim, gostei das dicas, irei tentar ler em breve o/

    Beijos :*
    Larissa - srtabookaholic.blogspot.com

    ResponderExcluir